Claude Lévi-Strauss, o "pai da antropologia moderna" e autor do clássico 'Tristes Trópicos', foi um dos intelectuais mais influentes da segunda metade do século XX. Suas ideias e métodos inspiraram as obras de Michel Foucault, Roland Barthes e Jacques Lacan, mudaram a face do pensamento ocidental.

Nesta biografia, Wilcken recria a vida de Lévi-Strauss: sua pesquisa de campo nos lugares mais remotos do Amazonas nos anos 1930; seus anos como professor na USP, durante os quais influenciou uma geração de intelectuais brasileiros; o período que ele, judeu, passou como imigrante na Nova York dos tempos de guerra, em virtude da ocupação nazista na França, e seu retorno para Paris no final dos anos 1940. O estruturalismo, escola de pensamento fundada por ele, foi muito além do campo da antropologia. Em seu apogeu, Lévi-Strauss foi tanto um herói para intelectuais contemporâneos quanto uma celebridade internacional.

Traçando a evolução de seus pensamentos, Wilcken descreve o encontro de Lévi-Strauss com Roman Jakobson, o pioneiro da linguística estrutural, e mostra como o desenvolvimento das ideias estruturalistas no campo da antropologia conquistou o espaço até então dominado por pensadores como Camus, Simone de Beauvoir e Sartre nos anos 1960.

Por meio de entrevistas com o próprio Lévi-Strauss, de pesquisas no seu arquivo e de conversas com antropólogos contemporâneos, Wilcken explora e explica suas teorias, revelando que o homem por trás delas era um escritor e artista frustrado, que introduziu uma sensibilidade artística na academia usando imaginação e ideias dignas de um porta. Ele permanece um gigante do século XX.


Dados de Embalagem
Peso Total (Produto + Embalagem): 720.00(gr)
Altura: 23.00(cm)
Largura: 16.00(cm)
Profundidade: 3.00(cm)

Livro 'Claude Levi Strauss: O Poeta do Laboratório'

R$59,90
Esgotado
Livro 'Claude Levi Strauss: O Poeta do Laboratório' R$59,90

Claude Lévi-Strauss, o "pai da antropologia moderna" e autor do clássico 'Tristes Trópicos', foi um dos intelectuais mais influentes da segunda metade do século XX. Suas ideias e métodos inspiraram as obras de Michel Foucault, Roland Barthes e Jacques Lacan, mudaram a face do pensamento ocidental.

Nesta biografia, Wilcken recria a vida de Lévi-Strauss: sua pesquisa de campo nos lugares mais remotos do Amazonas nos anos 1930; seus anos como professor na USP, durante os quais influenciou uma geração de intelectuais brasileiros; o período que ele, judeu, passou como imigrante na Nova York dos tempos de guerra, em virtude da ocupação nazista na França, e seu retorno para Paris no final dos anos 1940. O estruturalismo, escola de pensamento fundada por ele, foi muito além do campo da antropologia. Em seu apogeu, Lévi-Strauss foi tanto um herói para intelectuais contemporâneos quanto uma celebridade internacional.

Traçando a evolução de seus pensamentos, Wilcken descreve o encontro de Lévi-Strauss com Roman Jakobson, o pioneiro da linguística estrutural, e mostra como o desenvolvimento das ideias estruturalistas no campo da antropologia conquistou o espaço até então dominado por pensadores como Camus, Simone de Beauvoir e Sartre nos anos 1960.

Por meio de entrevistas com o próprio Lévi-Strauss, de pesquisas no seu arquivo e de conversas com antropólogos contemporâneos, Wilcken explora e explica suas teorias, revelando que o homem por trás delas era um escritor e artista frustrado, que introduziu uma sensibilidade artística na academia usando imaginação e ideias dignas de um porta. Ele permanece um gigante do século XX.


Dados de Embalagem
Peso Total (Produto + Embalagem): 720.00(gr)
Altura: 23.00(cm)
Largura: 16.00(cm)
Profundidade: 3.00(cm)